segunda-feira, 19 de março de 2012

Procurando por inspirações... eu vou usar essa calça!

Que difícil anos e anos na mesma, sem sair dos 90 e, agora, voltando pros 100 (100, alguma coisinha)
E o pior: o tanto que eu perdi e tantas coisas que desisti não gostando de mim mesma. E é algo que não consigo me controlar: se não tô me sentindo bem, não coloco o pé pra fora, às vezes me esforço MUITÍSSIMO, muitíssimo mesmo e saio, mas não tem jeito, fico me sentindo bem mal o tempo inteiro. Ir até à padaria, supermercardo, andar no bairro e ver aquelas pessoas que não vemos normalmente, os famosos "semi-conhecidos" é bem ruim. Só quem passa sabe do que eu tô falando.

Busco inspiração SEMPRE em blogs que já leio normalmente e naqueles que ainda não conheço, fuçando os arquivos e vendo que a pessoa venceu, se tornou muito mais bonita e o principal: visivelmente mais feliz e saudável.

Dia 17 estava eu lá com meus 103. Não adianta, sempre engordo aproximadamente 3 quilos antes e durante a menstruação. E agora já tô com 100 e, claro, ter saído do trabalho e não ter mais almoçado naquele restaurante GORDO, com almoço simples de churrascaria, mas que faz mal, aqueles pães no trabalho e depois chegar em casa e comer MAIS, ajudou, não tô mais comendo assim.

Tô há uma semana fora do trabalho, não fiz nada, nem exercícios, nem voltei ao flamenco. Dá até vergonha de falar, mas que se foda! Vou fazer o quê se é a verdade? Postar aqui me dá mais ansiedade, mas não quero desistir de vez. Quero escrever os meus fracassos, pra eu me dar conta disso e, de repente, ler mais tarde caso eu fracasse mais uma vez ou, enfim, vença de uma vez que é bem melhor.

Mesmo sem ir ao trabalho, levanto todos os dias antes das 8, minha mãe costura em casa, e eu preciso ajudar no serviço da casa. Meu sobrinho mora comigo e vai pra escola de manhã, preparo tudo, ajudo, tô sempre em movimento, mas amanhã quero fazer diferente: Levantar às 7 e ir pra academia de uma vez por todas. A mesma que fui no inverno de 2010 e desisti. Meu sobrinho vai comigo também, só que à noite. Quero ir duas vezes no dia e aproveitar meu tempo e, claro, ajudá-lo também. Tá crescendo bastante pra cima, mas tá bem gordinho e só come besteira.

Maaaas, saindo desse papo de gordo que fracassa e indo para o que interessa...Eu sempre gostei muito das lojas Marisa. Claro que tem muitas lojas aí de roupas e jeans que até são melhores pras gordinhas, mas a Marisa é self-service, né... então sempre me senti mais confortável pra escolher. Lá tem roupas grandes com um corte legal, sem a imagem de "roupa pra gordo". Já comprei bastante coisinha lá, calcinha e sutiã então... é DEMAIS. Na Renner e C&A nunca que uma 46 e 48 vão entrar em mim. Bom, em 2010, cheguei aos 89-90 kg. E um certo dia, passei lá e vi uma calça daquelas tipo de veludinho, sabe? Tá, não é dessas básicas, eu queria usar uma basicona mesmo, mas eu gostei daquela. Lembro que quando eu saía muito pra shows de rock, metal, bem underground minha amiga tinha uma roxa hahaha mas acabei comprando a preta. Levei uma 46 pro provador e não é que coube! Ficou meio apertadinha, não gostei muito de como ficava na frente ali na virilha (vocês sabem) e o cós eu sempre preferi largo, mas acabei comprando, afinal, além de ter servido legal, coloquei aquele pensamento de "eu com menos 5kg, fechou! Vai ficar super confortável"... resumindo, usei ela uma vez só no inverno de 2012, já com 92 (ainda cabia), e depois nunca mais usei, muito menos cheguei aos 85 kg. Quando eu emagrecer bastante vou querer comprar aquele jeans beeeeem gostoso e basicão, sabe? Mas por enquanto quero entrar nessa calça, ela é especial. Fui pegar nas roupas guardadas de inverno e vestir pra tirar a foto e postar aqui, adivinhem: Não passa da coxa. Foi um choque. A gente engorda e não vai percebendo. Acha que 10 quilos pra quem já é gordo não faz diferença. Meu Deus, como faz. Vou postar ela forever alone em cima da minha cama, né. É o que temos pra hoje.

Pegando na mão ela é tão pequena, nem parece que serviu em mim




Essa saia comprei em dezembro, nunca usei. Provei duas: uma 46 e outra 48, da Marisa também, as modelagens são grandes! Da onde uma guria com 100 quilos cabe numa 48, hein? Mas na hora de separar no provador, acabei pegando a 46! Dã! Levei. Resolvi não trocar. Ela tem carinha de verão, mas mesmo assim quero entrar nela. Mais um objetivo então:


Depois desse post grande e esse soco na cara da calça e o tapa da saia.

Vamos torcer?

Bjo!

Um comentário:

Tê [gordinha é o c@#@*%O!] disse...

Oi Mônica!!

Olha, eu nunca cheguei aos 3 dígitos, mas já estive muito acima do meu peso (na verdade ainda estou) mas sei bem o que vc passa...o inicio do meu blog, em maio de 2011, era só post piores que o seu!
Eu nem gosto de ler, pois é algo quase auto depreciativo, depois que emagrecer tudo o q eu quero, penso seriamente em deletar os posts de 2011...

Enfim, tenho muitas peças no meu armário que comprei sabendo que não cabia, coisa q eu nunca vesti no meu corpo, mas que em breve servirão..eu acho uma boa vc ter calça -meta, saia-meta, vestido-meta...dá um up, pode ter certeza!

Nossa, cansei de ir no mercado do bairro e atravessar a rua onde não tinha que atravessar só p/ não dar de cara com 'semi-conhecidos' e me verem gorda, ainda mais qdo é gente nojentinha e pior MAGRA..

Escrevi tudo isso p/ te dizer que vc não tá sozinha nessa, eu te entendo e com certeza muita gente nessa blogosfera te entende, torço por vc e não desiste, por favor!

Beijão!